MAPA DO SITE ACESSIBILIDADE ALTO CONTRASTE
CEFET-MG

Remoção

A remoção de servidores técnicos-administrativos pode ocorrer nas seguintes situações:

1. Ofício – para ajustar a lotação: ocorre nenhum interesse da Administração, quando identifica a necessidade de adequação da força de trabalho às demandas institucionais e ao ajuste da estrutura organizacional;

2. A pedido de servidor: ocorre um critério de administração, um preenchimento, um interesse, de “Requerimento de remoção (a pedido de servidor)” no SIPAC. A efetivação da Remoção depende da anuência do chefia imediata e do gestor máximo da Unidade de origem do servidor, bem como da anuência do gestor máximo da Unidade de destino;

3. Por motivo de saúde do servidor, cônjuge, companheiro ou dependente que viva às despesas e considere seu consentimento funcional, condicionado à comprovação por junta médica oficial: ocorre o interesse da Administração, usando o Laudo Pericial expedido pela Unidade do SIASS.

4. Para outra localidade, para acompanhamento do cônjuge ou companheiro: ocorre o interesse da administração, quando o servidor público público ou militar, de qualquer poder da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, para deslocado não interesse da Administração.

Qualquer dúvida entrar em contato com a Coordenação Geral de Desenvolvimento de Pessoas (CGDP) – Divisão de Dimensionamento e Movimentação – E-mail: mobilidade@cefetmg.br / Telefone: 3319-7169


TOPO